quarta-feira, setembro 06, 2006

Robert Rauschenberg. Summer Rental No. 2

8 comentários:

sabr disse...

Regresso à Arte, portanto. Bom dia Benedita. Escolha sem discussões.

@ disse...

Um Summer Rental para uma Dusty Spring....

Como virá o Outono?

merdinhas disse...

Não posso deixar de perguntar o porquê desse "regresso" , sabr.

ART&TAL disse...

pois... "regresso"...

nao foi o Rauschenberg nem a autora do post

foi o comentador

fiquei intrigado

sabr disse...

O regresso tem tão só a ver com um artigo sobre o que é ou não Arte, do velho Hauser. Curiosamente, no mesmo dia, li algo muito interessante sobre o assunto do Barahona. O Poeta. Espero ter satisfeito dúvidas. Aqui estava só a falar de critérios de selecção. Pensei que era fácil perceber.

Mauricio disse...

Que maravilhosa escolha,

Uma obra sensacional

M.

merdinhas disse...

Sabr
Fiquei a saber que lê Hauser e Barahona.
Sabr
Ficou foi por esclarecer o tal regresso.
Se com o Rauschenberg se regressa à arte é porque não havia arte imeditamente antes dele?
Ou com o Duchamp (do post anterior)?
Isso é que não se percebe.


De qualquer modo eu arrumava carihosamente o velho hauser (a expressão é sua) e actualizava a bibliografia.

sabr disse...

Está actualizada, acredite. Mas como deve saber não há futuro nem presente sem passado. A memória, o regresso, tema recorrente nas correntes da nova filosofia. Pistas de debate deveriam ser sempre benvindas. Gostos não se discutem. Ponto final. Já a qualidade é discutível. Por mim a polémica, se a houve está encerrada. Por princípio nem "discuto" com nicks. Claro que a Arte depois de. Como antes. E muito pexibeque. Pois, a filtragem do tempo. E não me pauto por bibliografias. Felizmente, consulto, só. E critico, em termos positivos, face ao que vejo. Detesto dinâmicas totalitárias e espíritos de grupo. Sou ferozmente indie. O resto são comentários. Deste post gostei muito. Ponto final. Conversa encerrada. Quem o percebeu que tenha percebido. Tão só. Kool. Um blogue é só um blogue. Ou não? Na pluralidade todos ganhamos. Acho. Até.
A propósito: sabr de Pinto Ribeiro. Sem problemas em me identificar. E penso que de Arte até sei alguma coisa. Acho eu, que acho pouco. Boa tarde. Serena, com Luz. E Arte.