sábado, março 01, 2008






mauro cerqueira
Se Morrer Morri
1março-5 abril 2008
Reflexus-arte contemporanea
r. d. manuel II 130 2º ft porto




1 comentário:

Vera disse...

Transforma-se o amador na coisa amada
(...)
"Transforma-se o amador. Corre pelas formas dentro.
E a coisa amada é uma baía estanque.
É o espaço de um castiçal,
a coluna vertebral e o espírito
das mulheres sentadas.


Transforma-se em noite extintora.
Porque o amador é tudo, e a coisa amada
é uma cortina
onde o vento do amador bate no alto da janela
aberta. O amador entra
por todas as janelas abertas. Ele bate, bate, bate.
O amador é um martelo que esmaga.
Que transforma a coisa amada."
(...)

Herberto Hélder