quinta-feira, março 27, 2008

arquitecturas XV

Extension of the Eiffel Tower top floor, Serero Architects n

11 comentários:

[A] disse...

Não que a estrutura seja desagradável, pelo contrário, até me parece esteticamente muito bem conseguida, mas ainda assim tendo mais a não gostar.
Há coisas que são perfeitas como são, daí que se danem as extensões economicistas.

merdinhas disse...

Pelos que sei a estrutura é temporária...a torre faz 120 anos e assim podem aumentar ao n.º de visitas.

... essa estrutura de carbono é bem bonita...

Está na hora de descobrir aquelas imagens da tore Eiffel em construção ... tens por aí?

art&tal disse...

José Capela
0mais6 Possibilidades
Utilidade da Arquitectura
0.
A arquitectura não serve para nada.

1.
A arquitectura é um serviço: os arquitectos fazem objectivamente melhor.

2.
A arquitectura serve para muito pouco, face à preponderância do uso.

3.
A arquitectura é um serviço cuja definição é de ordem puramente técnica ou política.

4.
Em essência, a arquitectura não serve para nada: é arte.

5.
A arquitectura não se destina a servir, mas antes à acção crítica.

6.
A arquitectura pode servir e, simultaneamente, ter dimensão crítica.

http://www.dafne.com.pt/catalog3.php

ps: muito interessante

art&tal disse...

a minha velha questão

a arte nao tem a menor utilidade pratica

quanto mais inutil...

melhor

intruso disse...

da utilidade do inútil.

[bom link!]

(abraço aos três.....)

.

art&tal disse...

em construçao

na verdade...

ainda há quem nao saiba para que serviu a torre

muito justamente saiu da sua funçao inicial para ser apenas uma bela obra de engª

Frioleiras disse...

O IMA (Inst. do Md Arabe) é das "fases" arquitectonicas que mais gosto em Paris.... não pusente, Intrusinho, uma pequena fotog....

Frioleiras disse...

E.........
a Torre Eiffel é
(tornou-se)
um bom-bom tipo dos do Mozart
ou um leque da Sissi...

banalizam e deturpam, completamente
a favor da massificação, da globalização..........que detesto.

Porquê "adaptar" as coisas que são como as quiseram conceber?

Presentemente fiquei horrorizada em Salzburg com um raio metalico, com uma seta na ponta, que atravessa , como moderna intervenção, a escultura da madona que esta em frente, no largo, da catedral!

E o cubo , tremendamente feio, do Anselm Kiefer (de que eu até gosto , como pintor) que puseram e que tem dado grande celeuma, em pleno jardim da igreja da universidade... etc etc etc

cada coisa tem seu sítio próprio.

Não há que modificar o que foi pensado e desenhado com o propósito do arquitecto inicial.

É quase como um roubo !

detesto turismo de massa e tudo isto é em prole dele .... e os chineses são cada vez mais a virem aos magotes ocupando tudo e todos os sítios.........

e nós "vendemo-nos " a turistas que nada respeitam mas que dão umas entradas, unss euros mais nos sítios turísticos.
...

[A] disse...

;) très chic!


pois é, a minha estranheza face à estrutura prende-se de facto com aquilo que me falaste- a intercepção das linhas que originalmente convergem num ponto- mas o seu desenho ondulado (ainda que típico da Belle Époque) também contradiz as características da arquitectura do ferro do séc.XIX.

merdinhas disse...

era isso...( a foto.)


...depois de ler o comentário da Frioleiras imaginei a Madona (mas a cantora) atravessada por esse tal raio de metal...numa onda heavy metal...qq coisa assim.


(ainda bem que não acredito em Deuses...)

merdinhas disse...

E tb acho graça a esse "de pernas para o ar". Ilustra a polémica da torre...