quinta-feira, junho 28, 2007

arquitecturas XIII

Manifesto de 1952, Pancho Guedes

3 comentários:

merdinhas disse...

A propósito de arquitectos...
Imprimi hoje um pdf de um livro de Arrabal que me enviaram em espanhol e por email:
"O arquitecto e o imperador assírio".

Tinha lido uma outra passagem e achei que gostaria.
Ontem acabei de ler "A Virgem Vermelha" do mesmo autor. Entrada directa para o "absurdo", gostei bastante.


Por aqui continuam os segredos e os manifestos...

intruso disse...

(conheço o título mas nunca li..... acho que te vou pedir.....)

os manifestos e os segredos
(aparente [não] contradição)

Mo disse...

miranda :D