terça-feira, outubro 03, 2006

Desire Unbound


Hans Bellmer, The Doll

4 comentários:

sil disse...

Acho esta imagem muito perturbante e no entanto belíssima. faz-me lembrar um pouco Ghost in the Shell... só que este parece ter perdido a alma

intruso disse...

dettached girl
...
mixed up pieces

merdinhas disse...

Tinha de ser do Bellmer...não me ocorreu mais ninguém....

A. disse...

"Não sou menos "eu" com o corpo em que sou eu se esse corpo for mutilado.
A mutilação limita a minha coordenação com o mundo,mas não a minha
coordenação comigo.O corpo é ao mesmo tempo belo e desprezível.É nessa
sua contradição que o devemos amar.Somos tão ingratos com ele mesmo na
sua degradação.No corpo...está lá tudo,no princípio no fim e durante."V.Ferreira